quarta-feira, 23 de agosto de 2006

Há ou não professores a mais em Portugal?

Parece que “mais professores por aluno não trava o insucesso”:
- um concurso de colocação que deixa mais de 35 mil docentes sem escola;
- estatísticas que dizem haver em Portugal mais de um professor por cada 10 alunos;
- resultados escolares dos portugueses a continuarem bem longe dos melhores da Europa;

Afinal, qual é então o problema???!!!

Para o ex-ministro da Educação Roberto Carneiro, o problema, mais do que no número de docentes, está na forma como as suas capacidades são aproveitadas: "Num país em que dois terços da população activa adulta não tem o 9.º ano, não faz sentido falar em excesso de docentes", considera. "Seria altamente indicado que muitos destes professores pudessem ser utilizados em iniciativas como a formação ao longo da vida dos adultos."

(in notícia do DN)

1 comentário:

Professorinha disse...

Ácredito que haja professores em excesso, mas não tantos como o ME quer fazer crer. Se se fizessem turmas com alunos suficientes para se poder ensinar como deve ser todos os discentes, decerto haveria muito mais sucesso escolas, os alunos aprenderiam melhor e mais professores seriam colocados.

Agora, como não interessa nada disso, temos turmas enormes, dificuldades imensas para os reprovar e estatísticas para cumprir.