sábado, 30 de setembro de 2006

Évora: a mais competitiva das capitais de distrito portuguesas

A cidade de Évora é a mais competitiva das 18 capitais de distrito portuguesas do Continente, à frente de Lisboa, enquanto o Porto ocupa o último lugar da lista!

Ranking' das capitais de distrito por ordem do ICC (Índice de Competitividade)
Évora -----------------------------------------7,293
Lisboa-----------------------------------------6,454
Coimbra---------------------------------------6,042
Beja--------------------------------------------5,660
Leiria------------------------------------------5,609
Castelo Branco--------------------------------5,608
Aveiro-----------------------------------------5,452
Guarda-----------------------------------------5,178
Santarém--------------------------------------5,037
Portalegre-------------------------------------4,711
Viseu-------------------------------------------4,628
Vila Real---------------------------------------5,514
Bragança---------------------------------------4,271
Setúbal-----------------------------------------4,070
Braga-------------------------------------------4,055
Faro---------------------------------------------3,971
Viana do Castelo------------------------------3,859
Porto--------------------------------------------3,577

O Índice de Competitividade das Cidades Capitais de Distrito (ICC) do continente português coloca Évora como a mais competitiva nas dimensões demográfica, empresarial e de conforto. Já o Porto, que ocupa o último lugar, apresenta uma menor vantagem na competitividade empresarial, demográfica e do conforto, superando Évora ao nível da competitividade laboral, que está ligada a "um maior número de oportunidades de trabalho em grandes unidades produtivas". Assim, as variáveis densidade populacional, a taxa de crescimento da população, a idade média dos residentes, a esperança média de vida, a taxa de mortalidade infantil e a percentagem de recolha de resíduos sólidos urbanos são melhores em Évora do que nas restantes capitais de distrito.Tal como o indicador de conforto, que agrega dados estatísticos como os números de pessoas e de divisões por alojamento, de alojamentos sem pelo menos uma infra-estrutura básica, alojamentos familiares vagos e de edifícios exclusivamente residenciais, que obtém a melhor pontuação também em Évora.É só na competitividade laboral - que inclui a taxa de desemprego, o número de trabalhadores das empresas existentes e o número de empresários em nome individual - que Évora fica a perder em relação às restantes capitais de distrito.
Porto (18º), Faro (16º) e Braga (15º) contrastam com Évora (1º), Beja (4º) e Castelo Branco (6º), o que segundo o estudo permite provar que as disparidades tradicionais ao nível do desenvolvimento económico podem ser esbatidas por melhorias actuais do nível de competitividade dos espaços historicamente menos reconhecidos, caso do "interior" português. (ler toda a notícia)
Hehehe... eu bem digo que esta terra é que é boa;)

3 comentários:

bell disse...

O meu distrito está a meio da tabela. No centro é que está a virtude!!!!

Marina disse...

Olha que Leiria tambem nao está nada mal!
eh eh

Não que eu goste muito da minha capital de distrito, pronto, mas la que ficamos orgulhosos! ;-)

Beijitos e boa semana

PS: qd e q nos dizes a soluçao do enigma dos principes?
Tou curiosa!!!

Anónimo disse...

O estudo acaba de ser publicado como artigo científico:
http://www.economiainstitucional.com/pdf/No21/preis21.pdf