sexta-feira, 6 de outubro de 2006

Mundo precisa de 18 milhões de novos professores

Uma declaração divulgada por ocasião do dia mundial do professor revela que o mundo precisa de 18 milhões de novos professores até 2015 para um ensino de qualidade para todas as crianças. A Unesco calcula que existam no mundo quase cem milhões de crianças fora da escola. E quase um quinto dos adultos do mundo ainda não sabem ler nem escrever. "É essencial apoiar os professores e reforçar sua determinação e sua motivação tentando fazer com que eles tenham condições de trabalho decentes e uma remuneração adequada", diz o texto. Os países da África subsaariana terão de aumentar em 68% o número de professores nos próximos 10 anos para escolarizar todas as crianças. A falta de professores também afectará o países da América do Norte e da Europa Ocidental, onde deverá ser contratado um total de 1,2 milhão de professores. (daqui)

1 comentário:

bell disse...

As políticas deste Ministério vão levar a que ninguém escolha ser professor e a que alguns abandonem a carreira. Daqui a uns anitos, querem professores e não os há.